terça-feira, maio 27, 2008

Caso Clínico 7/08 - Remoção do pesunho


O Putchy é um cão que se apresentou à consulta para remoção do dedo rudimentar , que com a evolução natural a maior parte dos animais deixou de o ter. A este dedo extra dá-se o nome vulgar de pesunho. No caso do Putchy a unha estava sempre a encravar e a provocar muita dor ao animal, daí o seu dono optar pela sua excissão.

Após a excissão, foi para casa medicado e com colar isabelino.

Passados os 8 dias pós-cirurgicos, foi removida a sutura e apresentava boa evolução.

4 comentários:

Anónimo disse...

Tenho um cao com o mesmo problema! O que posso fazer? Aguardo a sua resposta...
Obrigado

snowhite disse...

Se o pesunho do seu cão não afecta a locomoção do mesmo e não está sempre a encravar poderá simplesmente vigiar o crescimento da unha e cortar sempre a ponta se estiver ponteaguda. Caso queira proceder à sua remoção quer por estética quer por patológico este procedimento é simples e de rápida recuperação.

Filipa Branquinho, DVM

Sara Costa disse...

O pesunho é característico de alguns cães como por exemplo rafeiros? Ou pode aparecer em cães de raça pura?

Snowhite disse...

O aparecimento do pesunho, ou pesunhos, pois há cães que têm 2, surge em qualquer raça de cão. Eu já vi em muitas raças e em cães de raça indeterminada ou cruzados. No entanto noto que há uma maior prevalência, sobretudo de 2 pesunhos nos 2 membros posteriores, em cães de raça grande. Não sei se há base científica para tal, mas é o que vejo na minha prática clínica.

Obrigado pelo seu comentário.

Filipa Branquinho, MV